Quem Somos

O Capril do Bosque nasceu de um hobbie que comecei a desenvolver na década de 70, quando comprei minha propriedade em Joanópolis. No início os queijos eram de leite de vaca. Depois, nos anos 80, o sítio ganhou as primeiras cabras. Até meados dos anos 90, eu só fazia queijo fresco, curado, curado de massa cozida e mozzarella. Mas quando a internet começou, muitas foram as descobertas de fermentos e mofos em diferentes países e de livros sobre queijos em livrarias no exterior. Iniciei então algumas experiências com queijos finos de leite de cabra. E eles começaram a ficar bons. A família e os amigos passaram a me incentivar e comecei a ouvir a pergunta “por que você não vende”? Esse foi o início da descoberta de uma nova vocação.

 

historia1

 

Durante muitos anos, dividi minha semana entre a sala de aula de linguística aplicada na PUC-SP e as receitas de queijos, mofos brancos e azuis, fermentos, coalhos, bactérias lácteas e muitos e muitos livros de queijos na cozinha de minha casa em Joanópolis. A cada ano, o interesse pelos queijos aumentava e Joanópolis passou a roubar um dia de semana da rotina de São Paulo. Ao mesmo tempo, o rebanho de cabras, que até então era muito pequeno, começou a crescer e a exigir um manejo mais experiente. Esse, acredito, foi o momento da virada. Quando decidi que queria ser criadora profissional e queijeira, esbocei um plano de negócio sem muitos detalhes e fui aprender a criar. Matriculei-me num excelente curso de criação de caprinos e ovinos em São João da Boa Vista, sob a coordenação do grande criador de cabras Silvio Doria, e voltei a ser aluna. Durante dois anos e meio, viajando um final de semana por mês, ganhei muitos novos amigos, professores excelentes, um volume enorme de informação e aos poucos fui me encontrando como criadora.

Iniciei uma criação organizada em novembro de 2009. Na época, muito me ajudou minha filha Juliana, que já tinha se mudado para Joanópolis.

O estábulo suspenso de 200m² foi a primeira construção, desenvolvido a partir do sistema “elevage” francês. Depois vieram a sala de ordenha, o restaurante, uma pequena queijaria que recebeu o primeiro SIM (alvará municipal de Joanópolis) e, finalmente, a queijaria atual, que conta com o SISP (alvará estadual). Foram quatro anos de construção e investimentos contínuos, muito planejamento e dedicação.

 

historia2

O Capril do Bosque é hoje um negócio rural ligado ao turismo de experiência, uma vez que foi planejado e preparado para oferecer ao turista atrativos variados que apelam para todos os sentidos.

A criação de cabras pode ser visitada e conhecida em todos os detalhes, do manejo à nutrição dos animais, da estação de cruzamentos ao nascimento e amamentação dos cabritinhos. As cabras podem ser tocadas, acariciadas, os cabritinhos podem ser ninados no colo e amamentados na mamadeira. A visita guiada é conduzida por meu filho mais novo, Victor Collins, que também organiza passeios a cavalo e de charrete.

A queijaria pode ser apreciada através de uma grande janela que expõe a sala de produção, os equipamentos, as câmaras de maturação e alguns dos processos da fabricação de queijos artesanais. Uma vez por mês a queijaria se transforma em sala de experiências tipo “mão na massa”. Oferece uma oficina gourmet de queijo de cabra, durante a qual os alunos aprendem uma porção de coisas sobre queijos em geral e queijos de cabra em particular, fazem queijo e discutem sobre diferentes usos do queijo de cabra fresco cremoso na cozinha.

O pequeno restaurante, comandado pela Chef Ju Raposo, minha filha, serve pratos frios e quentes, todos com um toque de nossos queijos de cabra fabricados artesanalmente. O serviço à la carte é acompanhado de curiosidades e conversas sobre os queijos e a melhor harmonização com vinhos e cervejas artesanais.

 

  • As Cabras
    de Heloisa

    Colagens de Silvio Alvarez

  • Outono Outono
  • Inverno Inverno
  • Primavera Primavera
  • Verão Verão

Veja também...

  • Queijos

    Queijos

    Oferecemos um portfolio de 10 produtos feitos com muita experiência, muito amor, muita técnica, excelentes insumos e um leite maravilhoso.

  • Bistrô

    Bistrô

    A comida produzida no bistrô pela Chef Ju Raposo tem raízes familiares, servida em um ambiente aconchegante circundado por montanhas.

  • Turismo

    Turismo

    Ao visitar o Capril do Bosque, é possível conhecer a produção do leite e queijos artesanais e fazer passeios a cavalo ou charrete pela Serra do Lopo.